Comentários desta notícia
Imprimir
Graindorge para quem realmente ama queijo Por Fabrice De Brouwer em 02/02/2016

Uma visita para os gourmets


Um dos prazeres mais intensos de uma viagem na França é a gastronomia que é reconhecida pela Unesco como um verdadeiro patrimônio. A Normandia, que é as vezes qualificada de região pé d’água da França, em razão da frequência das chuvas, resulta nas melhores delicias de produtos que existe.


A empresa Graindorge é ativa a mais de um século e já é a terceira geração com Thierry Graindorge. Essa empresa produz 4 queijos AOP (apelação de origem protegida) que estão presentes nos melhores pratos de queijo, um must para fechar um ótimo jantar: ao lado do famoso Camembert da Normandia, existe o Pont l’Eveque, o Livarot e o Neuchâtel.


O segredo das suas qualidades gastronômicas está no rigor das tradições ciosamente conservadas, mais também na qualidade da Livarot , o que dá o leite que é recolhido pacientemente na região de Auge. Mais de 60.000 visitantes descobrem cada ano esta cidade do queijo, que te ensina tudo sobre esses produtos nobres, ligando o saber a través dos ateliers de produção a jogos e filmes.






E o prazer final da visita repartida em 2.000 m² termina com uma degustação de queijos e tudo regado com uma cidra saborosa. Durante a visita aprendemos que o Livarot é apelidado coronel, porque ele carrega ao redor dele mesmo cinco tiras de juncos e requer 4 a 6 semanas para ficar pronto e ser consumido; a madeira de álamo é a embalagem ideal para um queijo de exceção, porque o mesmo deve continuamente respirar.


Entre as lições da visita, aprendemos que um bom camembert deve ser produzido com a concha, ou seja, colocado um por um na fôrma com a ajuda de uma concha e melhor ainda rotulado Normandia, ou seja fabricado com leite cru e exclusivamente na região da Auge.